O  início  do  processo  de  desenvolvimento  do  ser  humano  ocorre  muito  antes  do  seu nascimento, mais precisamente, aquando da sua vida intra-uterina. Durante os 9 meses de gestação, o bebé vive protegido do  exterior,  num  espaço  quentinho  e  feito  à  sua  medida,  o  que  não  significa  que  se desenvolva por si próprio, sem necessidade de qualquer interação: muito pelo contrário!

Sabemos  que  o  bebé  está  sempre  conectado  com  a  sua  mãe,  através  das  emoções, pensamentos e sentimentos, sendo o início de uma comunicação direta e permanente entre ambos, tornando possível a aquisição de um conjunto de habilidades incríveis. Contudo,  há  muito  mais  a  fazer!  Existe  um  conjunto  de  técnicas  passíveis  de  serem aplicadas por ambos elementos do casal, que favorecem o desenvolvimento do bebé a vários níveis. Damos-lhe o nome de estimulação pré-natal.

São vários os tipos de estimulação, como por exemplo, auditiva, tátil, visual, gustativa, olfativa, etc., sendo que para cada um deles, existem vários métodos a utilizar. É muito importante que os pais estejam bem informados, de forma a desempenharem um papel ativo ao longo de todo o processo. Com  os  vários  estudos  acerca  do  tema,  verificamos  que  esta  estimulação  favorece  o desenvolvimento do sistema nervoso do bebé, facilitando o início das conexões entre os neurónios, a comunicação  e  muitos outros aspectos. Está igualmente provado que potencia capacidades/habilidades futuras, tais como aprender a comer, a relaxar, a dormir melhor, entre outras. No futuro, estas crianças passam a ter uma maior capacidade para prestar atenção, tornam-se  mais curiosos, flexíveis e exploradores, os seus sentidos optimizar-se, os níveis de criatividade aumentam, e os vínculos entre si e os seus pais torna-se mais forte.

Para mais informações procure a especialidade da Neuropsicologia na Clínica Das Horas.

Vai encontrar toda a ajuda que precisa!